quinta-feira, 30 de setembro de 2010

NOVO SER LANÇA SUA SEREIA AO MAR

UNIÃO DE FORÇAS

Integrante do Instituto Novo Ser – que tem como pilar incentivar e promover o resgate da pessoa com deficiência - e do projeto Natação no Mar – coordenado pelo nadador Luiz Lima -, a advogada Danielle Gilson, 36 anos, estreou em competições de maratonas aquáticas na edição 2010 da X Terra Swim Challenge; A prova foi realizada no dia 07/08, em Mangaratiba. A estréia de Danielle teve um significado para lá de especial e é fácil entender o porquê.

Aos 19 anos, a advogada descobriu um tumor na medula que provocou limitação no movimento das pernas. A situação aparentemente difícil não a abateu e Dani seguiu a vida normalmente, estudando, trabalhando e sem deixar a prática esportiva de lado. Por intermédio do projeto Praia Para Todos, ligado ao Instituto Novo Ser, a fanática torcedora do Flamengo pode realizar um grande desejo, praticar natação em águas abertas.

Em uma das paradas do PRAIA PARA TODOS pela orla carioca, Danielle conheceu a Natação no Mar. De imediato quis integrar o grupo do Rei do Mar Luiz Lima. Sendo assim, o pentacampeão da Travessia dos Fortes recebeu a primeira aluna com deficiência. O Praia para Todos oferece iniciação ao esporte adaptado, banho de mar assistido, atividades de recreação e lazer.

Treinando no mar há três meses, antes da prova Gilson contava os minutos para chegar a hora da maratona. “Espero completar o trajeto sem me sentir muito cansada. A medalha de ouro para mim será concluir o percurso. Tenho seguido uma rotina de atleta profissional, programando alimentação, sono e por aí vai. Confesso que a ansiedade é grande”, afirma Danielle que treina duas vezes por semana no Posto 6 da Praia de Copacabana.

Assista a seguir como se deu a participação da Dani na Travessia:


video

terça-feira, 21 de setembro de 2010

SUPERAÇÃO-Rio 2010, MAIS UM ANO DE EVENTO CONSAGRADO

SUPERAÇÃO-Rio 2010

Pelo terceiro ano consecutivo, em uma parceria de sucesso entre Instituição Novo Ser e Movimento Superação, respaldado pelo apoio de alguns setores da sociedade, se deu no dia 19 em plena Orla de Copacabana, entre o trecho das Ruas Miguel Lemos e Rodolfo Dantas, a terceira edição da Passeata Superação-Rio; evento em prol do movimento socioinclusivo das pessoas com deficiência, em decorrência do seu Dia Nacional de Luta - 21 de setembro.



Com o lema “Respeite a Diversidade”, a Passeata Superação-Rio teve como objetivo enfatizar junto à sociedade a importância de se respeitar o direito de todas as pessoas, independente de cor da pele, gênero, idade, ideologia política ou religiosa, orientação sexual ou cultural, condição física, intelectual, sensorial ou social, ao propiciar numa manhã (de tempo nublado) de domingo, momentos de conscientização e alegria, embalados por um possante trio elétrico (com elevador de acesso e intérpretes de LIBRAS) repleto de atrações, dentre as quais destaque para Marcelo Yuka, Billy Saga e Tupã que deram conta do recado, junto com o debutante ‘Mestre de Cerimônias’ Pablo Leal (que estreou em grande estilo).



Como de praxe, a passeata adentrou Av. Atlântica entoando o hino nacional brasileiro – na voz inconfundível de Aída Guerreiro, acompanhada pelos acordes do violão do seu fiel parceiro Jorge Luiz – rumo a uma manifestação pacífica e apartidária, de posse de uma Carta Manifesto, reivindicando direitos básicos e fundamentais, objetivando sensibilizar os setores de governos quanto à possibilidade de se equiparar as oportunidades para as pessoas com deficiência, na construção de uma sociedade mais inclusiva.



Apesar das dificuldades para pôr a passeata na rua, a terceira edição do evento teve início agradecendo a presença de todos: entidades do terceiro setor, órgãos públicos, iniciativa privada, mídia, artistas, atletas, voluntários, caravanas vindas de São Paulo, Região Serrana, Baixada Fluminense, entre outras caravanas e o público em geral, reservando uma singela homenagem aos saudosos Aldo Miccolis, Maria da Glória Schaper dos Santos e Dorina Nowill, ao dedicar ‘Um Minuto de Silencio’ em memória a estes profissionais de referência ímpar, que ao longo de suas vidas demonstraram dedicação intensa na luta pela inclusão, contribuindo significativamente para que o segmento avance rumo ao que tanto esperamos.



Em suma, ainda que numa manhã atípica (com chuva e frio) na Cidade Maravilhosa a Passeata Superação-Rio 2010 foi emocionante e com saldo extremamente positivo. Graças aos que nela estiveram, foi possível enaltecer a promoção e a valorização da diversidade humana em nossa cidade mediante a uma pacífica, apartidária e animada celebração.

Até a próxima !!!
Nos vemos lá... NA MARAVILHOSAAAA.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...